fran duarte

 

cartas e poesias de amor



Áudios

ENTÃO ABRI OS OLHOS
Data: 30/11/2017
Créditos:
Eu ESCREVI E PIBLIQUEI ESTA PROSA POETICA FRAN DUARTE

ENTÃO ABRI OS OLHOS
       _Estou parada no alto de uma colina preste a cair
        sentindo uma brisa suave tocar meu rosto,veio em meu
        pensamento você lindo e atraente,envolvente,foi
        chegando de mansinho ,como quem não queria nada.

        foi conquistando se aproximando e depois sem dizer nada
        foi embora,sumiu, desapareceu sem avisar sem ou menos se
        despedir,fechei meus olhos senti um arrepio senti um calor
        naquele momento lembrei de como era bom te sentir,te amar.

        nossos passeios de mãos dadas nas tardes de domingo para
        mim tudo era perfeito,definitivo,seu jeito carinhoso me dizendo
        eu ti amo,derre_pente abri os olhos e vi que tudo não passou de
        um sonho bom.

        que eu ainda não vivi e que talvez jamais viverei,mas isso não
        importa agora,voltei a deitar me e quem sabe voltarei a sonhar...







      
        
Enviado por fran duarte em 24/03/2015



Comentários


 
Site do Escritor criado por Recanto das Letras