fran duarte

cartas e poesias de amor

Textos

ENTREVISTA DE EMPREGO
_Hoje é o dia; esperei muito esse dia que para mim é muito especial pois dependendo dessa entrevista serei uma pessoa empregada .cheguei uns 15 minutos antes mas para mim já parecia um século, na sala de espera havia outras pessoas esperando também então eu resolvi observar o comportamento de cada uma delas,notei então que o nervosismo não era apenas meu todos ali presente realmente não sabia 0 que fazer com as mãos com as pernas parecia uma minhoca de tanto que se mexiam nas cadeiras e havia os que não paravam de mexer no celular.derre-pente o silêncio foi quebrado chamou o primeiro candidato depois outro e outro e a sala foi ficando vazia nessas altura eu já não sabia mas nada do que havia preparado para responder .depois  de alguns minutos enfim chegou minha vez ,assim que entrei na sala deparei com alguém muito sorridente sentada  em uma cadeira atrais de uma mesa e uma cadeira vazia a sua frente ,eu sorri e disse boa tarde ela respondeu com aperto de mão e num gesto pediu que eu sentasse .dando inicio a entrevista fez varias perguntas sobre mim e também sobre a função que eu iria desempenhar na empresa respondi tudo com muita verdade ,e no final da entrevista ela disse se eu queria fazer alguma pergunta a ela, respondi que sim e perguntei a ela o que você sentiu quando fez a sua primeira entrevista?sua resposta ,fiquei muito nervosa  mas deu tudo certo ,ai eu lhe respondi então você sabe como estou me sentindo. ela deu um sorrisinho  e agradeceu e mandou aguarda o contato eu sai dali me perguntando como que em alguns minutos de conversa um empresa imagina que dependendo das resposta de cada um ela fará a melhor escolha.isso não sei responder pois as vezes a gente vive  muitos anos junto com alguém e não a conhece totalmente ficando até surpresa com suas ações pouco convencionais .
fran duarte
Enviado por fran duarte em 10/02/2015
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras