fran duarte

cartas e poesias de amor

Textos

E SÓ RESTOU O SILÊNCIO!
COMO VIVER COM TANTA DIFERENÇAS ,PARECE QUE CADA VEZ MAIS AS PESSOAS VAI DESAPRENDENDO DE GOSTAR ,DE RESPEITAR ,DE PERDOAR E TUDO É MOTIVO PARA BRIGAS E A GENTE FICA SEM SE FALAR,E NEM UM BOM DIA É CAPAZ DE PRONUNÇIAR E OS DIAS FICAM MAS DIFICÍL DE CONVIVER MORANDO NA MESMA CASA NÃO TEM COMO NÃO SE FALAR EM ALGÚM MOMENTO A GENTE ESQUECE E PUXA CONVERSA  E AI CAI EM SI QUANDO  NÃO TEM RESPOSTAS E PERCEBE QUE TALVEZ JÁ É HORA DE POR UM PONTO FINAL NESSA HISTÓRIA QUE FOI MUITO BONITA ENQUANTO TINHA AMOR.  MAS MESMO OS CASAIS  TENTANDO ACERTA AINDA ASSIM ERRAM E UM DIA TUDO ACABA E O NOSSO ACABOU E JUNTO FOI TÁMBÉM ,O RESPEITO,CARINHO ,COMPANHEIRISMO ,E SÓ RESTOU O SILÊNÇIO OU DE VEZ ENQUANDO  UMA PALAVRA DITA  NA HORA ERRADA OU UM OLHAR DE DESPREZO ,TALVEZ  UM DE NÓS DEVESSE PARTI  SEM DIZER NADA APENAS JUNTAR O QUE RESTOU DE SI E PARTI ,MAS QUANDO PENSO EM TUDO QUE VIVEMOS  ,TALVEZ AINDA  A SOLUÇÃO E AI EU CONTINUO ESPERANDO,COM ESSE FIO DE ESPERANÇA  QUE NÃO MORRE  ASSSIM VAMOS LEVANDO NO BANHO-MARIA ,ATÉ QUANDO AQUANDO NÃO SABEMOS SÓ SEI QUE, LAGRIMAS JÁ NÃO RESOLVE MAIS...!
fran duarte
Enviado por fran duarte em 26/06/2016
Alterado em 26/06/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras