fran duarte

 

cartas e poesias de amor



Textos

MINHA MUI AMIGA!

MINHA MUI AMIGA!

O AMOR ERA SÓ NOSSO ATÉ APARECER AQUELA COISINHA SONSA COM CARA DE SANTA E MUITO PRESTATIVA AMIGA PARA TODA OBRA SE SACRIFICAVA PARA NOS AJUDAR E AINDA DIZIA QUE NOS ERAMOS O CASAL PERFEITO, ELA SIM ERA AMIGA VOCÊ SEMPRE ME DIZIA ISSO E EU TONTA E CEGA JAMAIS IMAGINEI NEM EM SONHO EU PODERIA SUPOR QUE VOCÊS PODERIAM TER ALGUMA COISA QUE NÃO FOSSE AMIZADE. ATÉ QUE UM DIA EU CAMINHADO TRANQUILAMENTE NO CENTRO DA CIDADE OLHANDO AS VITRINE DAS LOJAS PENSAVA COMPRAR ALGUMA COISA DIFERENTE PARA USAR NO PRÓXIMO DOMINGO POIS IRIAMOS COMEMORAR NOSSO ANIVERSÁRIO DE CASAMENTO QUANDO DE REPENTE VI UM CARRO PASSANDO DO OUTRO LADO DA RUA E PAROU LOGO NA FRENTE DE UM GRANDE RESTAURANTE QUANDO VI VOCÊS ,IA CHAMA LOS POIS ATÉ ENTÃO NÃO TINHA CAÍDO A FICHA.SÓ QUE EU PAREI DE REPENTE E QUASE TIVE UM TROÇO POIS VOCÊ DESCEU DO CARRO E FOI ABRIR A PORTA PARA ELA E ENTRARAM DE MÃO DADAS NO RESTAURANTE E FOI UM SUSTO ,NÃO SABIA O QUE FAZER, FOI ENTÃO QUE TIVE A IDEIA JÁ QUE ELES ESTAVAM ME FAZENDO DE PALHAÇA VOU DAR MAS UMA AJUDINHA PARA ELES RIREM UM POUCO MAS,ENTREI NO RESTAURANTE E FINGI QUE OS VI NAQUELA HORA , CHEGUEI CUMPRIMENTEI OS DOIS DEI BEIJINHO NO ROSTO DA MUI AMIGA PUXEI A CADEIRA BEM PERTINHO DO MEU MARIDO BEIJEI ELE NA BOCA E DEPOIS PERGUNTEI JÁ PEDIRAM A COMIDA,NENHUM DOS DOIS CONSEGUIRAM RESPONDER ERA VISÍVEL O MAL ESTAR DELES. MAS COMO EU RESOLVI QUE NÃO IA DEIXAR BARATO CONTINUEI ME FAZENDO DE IDIOTA,E O ALMOÇO FOI MUITO DIVERTIDO PARA MIM,POIS SEM QUERER QUERENDO DERRAMEI SUCO NA ROUPA DELA E DEPOIS AINDA FIZ ELE ME LEVAR EM CASA FINGINDO TER TORCIDO O TORNOZELO COMECEI A GRITAR DE DOR NO MEIO DO RESTAURANTE OBRIGANDO ELE A ME CARREGAR ATÉ O CARRO E AINDA DEIXOU A CONTA PARA ELA PAGAR POIS DEVIDO A MINHA DOR SAÍMOS CORRENDO DE LÁ.ENTRAMOS NO CARRO E ELE PERGUNTOU VOCÊ QUER IR AO MÉDICO FIZ QUE NÃO COM A CABEÇA E ME ENCOSTEI NO BANCO ,FECHEI OS OLHOS E AS LEMBRANÇAS DE UM CASAMENTO QUE ESTA PRESTE A COMPLETAR BORDAS DE OURO FORAM ANOS MUITO FELIZES E DE REPENTE ERA COMO SE EU TIVESSE EM UM SONHO QUE VIROU PESADELO E O PROTAGONISTA ERA MEU MARIDO E MINHA MELHOR AMIGA .ABRI OS OLHOS QUANDO O PORTÃO DA MINHA CASA ABRIU E NOS ENTRAMOS , SÓ AI ELE FALOU SEU PÉ PAROU DE DOER EU RESPONDI ACHO QUE EU ME CONFUNDI NÃO ERA O PÉ ERA A TESTA ,E ENTREI PARA DENTRO FUI PARA O QUARTO QUERIA TOMAR UM BANHO E PENSAR O QUE FAZER,DE LONGE OUVI O CELULAR DELE TOCAR E LOGO O BARULHO DO CARRO FOI SUMINDO EU SABIA QUE ELE IA ENCONTRA LA ,TALVEZ FOSSE MELHOR POIS QUANDO ELE VOLTAR EU JÁ TENHA DECIDIDO O QUE FAZER OU NÃO QUEM SABE IRIA BRINCAR MAS UM POUQUINHO E ME DIVERTIR AS CUSTA DOS DOIS QUE ACHAM QUE ESTÃO ME ENGANANDO É DIVERTIDO OLHAR A CARA DE PAU DOS DOIS ELE POUSANDO DE MARIDO PERFEITO E ELA DE MELHOR AMIGA...!
fran duarte
Enviado por fran duarte em 19/09/2018


Comentários


 
Site do Escritor criado por Recanto das Letras