fran duarte

 

cartas e poesias de amor



Textos

SOMENTE OS DOIS
                   _A chuva cai no telhado
                    molhando os pensamentos
                    pesando na minha mente
                    situações que machuca a gente.

                   _Em tempos de solidão,ilusões vividas
                    repartidas entre um casal de amantes
                    ausente daquele instante ,como se nada
                    mais existisse,somente os dois.

                   _Em um mundo de amor louco, arrebatador
                    sensações embriagantes,envolventes,mas
                    amorosamente ele precisa ir embora e agora
                    que faço sozinha na minha angustia do adeus.

                   _Mas derre-pente um trovão,um relâmpago clareou
                    a rua e através do vidro da janela ela viu seu amado
                    indo embora molhado por causa da chuva que cai!
                    


fran duarte
Enviado por fran duarte em 06/03/2015
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


 
Site do Escritor criado por Recanto das Letras